Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Inocênte de Quê?

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a Justiça" - Henry Menchen

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a Justiça" - Henry Menchen

Inocênte de Quê?

08
Nov18

22 - A Verdade da Mentira

António Dias

 

Aldrabar.png

 

22

 

António deslocou-se aos serviços do ministério Público para consultar o processo e deparou-se com um auto de notícia falso, onde os factos não correspondiam à verdade, o agente que o elaborou informava que nenhum carro de patrulha se tinha deslocado ao local para confirmar a queixa. Bastava verificar as ausências de assinatura do queixoso e do responsável pelo preenchimento, para verificar que o documento era forjado. Mas estranhamente nem a este pormenor o Ministério Público ligara. António fez queixa no dia 01/02/2013 do comportamento intimidatórios dos agentes no livro amarelo da esquadra. A perseguição policial e a intimidação cessaram de imediato. 

04
Out18

14 - Intimidação

António Dias

Cao.jpg

 

 

14

 

A privacidade daquele espaço público tinha desaparecido, Vítor era agora um vigilante. E levou tanto a peito a sua nova missão que confrontou um dia o vizinho sobre o ladrar de um novo cão que fora buscar ao canil. O ruído incomodava-o, dizia que por causa disso tinha mudado o escritório para a outra esquina da casa, mais distante. Uma noite os cães do nº 6 reagiram a um automóvel que parou junto à porta da sua habitação com os faróis acessos, e após alguém ter tocado à campainha. Eram agentes da polícia a informar o proprietário de que alguém fizera queixa do ruído dos animais e eles estavam a confirmar o facto.

- Os cães estavam a dormir, e só reagiram à vossa presença ostensiva e provocatória, - explicou o dono. – Que eu saiba não é proibido aos animais ladrar.

A polícia continuava ao serviço do Vítor. Foram meses de intimidação e vigilância permanente, dava a ideia que todos os agentes tinham sido mobilizados para esta nova missão, fruto do comportamento anti-social do casal Vítor e Sílvia, e da sua ligação suspeita ao subcomissário.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub