Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Inocênte de Quê?

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a Justiça" - Henry Menchen

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a Justiça" - Henry Menchen

Inocênte de Quê?

29
Jun19

54 - Julgamento - Primeira Audiência - 2ª testemunha

António Dias

Custo.png

 

54

Advogada da Assistente – Muito bem, mas existe uma intervenção que não tem que ver directamente com, nem directamente nem indirectamente, não tem de ver com a passagem da mangueira. Falou aqui numa “solução provisória” …

Henrique Urbano - … sim …

Advogada da Assistente - … tem conhecimento de numa destas situações estar em causa, não apenas a deslocação da mangueira, mas um efectivo corte?

Henrique UrbanoFoi a última vez, a quinta!

Advogada da Assistente – Então explique lá essa quinta vez, porque eu estou …, não são quatro, são cinco.

Henrique Urbano – Falaram-me em deslocar a mangueira, não no corte …

Advogada da Assistente - … e para além disso, então, quatro vezes que se recorda, a partir do que eu entendi, só para minha organização mental, por favor. Pelo que eu entendi, a partir de meio de Setembro, foi o que disse, o piquete começou a ser chamado.

Henrique Urbano – Tivemos três intervenções em setembro para colocação da mangueira, uma em outubro, e em novembro foi o corte da mangueira

Advogada da Assistente - … ah, em Novembro há um corte na mangueira?

Henrique Urbano – Certo! Eu estou a falar de corte, mas existe na tal informação feita pela engenheira Maria Helena que …

Advogada da Assistente - … certo, mas daquilo que se recorda …

Henrique Urbano - … sim …

Advogada da Assistente - … corte da mangueira …

Henrique Urbano - … sim …

Advogada da Assistente - … esta mangueira é de quem?

Henrique Urbano – É nossa!

Advogada da Assistente – “Nossa” é SMAS?

Henrique Urbano – Sim, exato!

Advogada da Assistente – A mangueira ficou danificada?

Henrique Urbano – Foi cortada!

Advogada da Assistente – Foi cortada. Tem ideia de qual é o custo, quanto é que vale esta mangueira? Se eu fosse à loja, se o senhor engenheiro fosse à loja comprar uma mangueira destas, quanto é que tinha de suportar?

Henrique UrbanoCinquenta euros!

23
Jun19

53 - Julgamento - Primeira Audiência - 2ª Testemunha

António Dias

Macaca.jpg

 

53

Ministério Público – Dos meios humanos e técnicos?

Henrique Urbano – Sim!

Ministério Público – E qual era o valor?

Henrique Urbano – Nós na altura quando fizemos esse relatório …

Ministério Público - … também está lá, é isso?

Henrique Urbano – Está lá e, se não me engano, anda à volta dos 1700 euros.

Juiz – Mais um valor!

Ministério Público – Há algum problema?

Juiz – Não sei. Mais alguma coisa?

Ministério Público – Não!

Juiz – Senhora doutora.

Advogada da Assistente – Com a devida vénia meritíssimo. Senhor engenheiro, falou nestas quatro vezes, o que está em causa é alguém ter agarrado na mangueira e tê-la colocado fora do sítio.

Henrique Urbano – Certo!

Advogada da Assistente – Vê alguma possibilidade disto ter acontecido sem intervenção humana?

Henrique Urbano – Não! A mangueira está introduzida mais de um metro dentro da caixa, num pequeno orifício.

Advogada da Assistente – Portanto, e não sabe quem foi, nunca viu?

Henrique Urbano – Não!

15
Jun19

52 - Julgamento - Primeira Audiência - 2ª Testemunha

António Dias

Tanque 1.jpg

 

52

Ministério Público – O tribunal ainda não tinha conhecimento disso.

Juiz – Mais alguma coisa?

Ministério Público – Diga-me uma coisa, quanto ao prejuízo. Ele tirava a mangueira, os senhores voltavam lá, voltavam a colocar e o aparelho voltava a funcionar!

Henrique Urbano – Certo!

Ministério Público – Qual foi o prejuízo?

Henrique Urbano – O prejuízo é temos de lá ir com o camião, os funcionários, com o nosso tempo, não é? Também é precioso! Para além dos gastos do material, equipamento …

Ministério Público - … mas que material?

Henrique Urbano – Camião, camião, camião, um camião de dezanove toneladas …

Juiz - …do piquete, que extrai …

Henrique Urbano - … que suga … o nosso piquete que anda na rua das 8 da manhã até às 10 da noite. Telefonámos para ele, para passarem no local e voltarem a colocar a mangueira. Estamos a falar de um camião de 19 toneladas que, eventualmente, gasta 100 litros aos cem, que pode estar em Carnaxide e tem de se deslocar a Paço de Arcos.

Ministério Público – Ou seja, era um prejuízo, está a falar da deslocação, dos meios, é isso?

Henrique Urbano – Sim!

08
Jun19

51 - Julgamento - Primeira Audiência - 2ª Testemunha

António Dias

Burro.png

 

51

Juiz – Três em Setembro e uma em Outubro?

Henrique Urbano – Sim!

Ministério Público – As datas é que não sabe precisar, ou há algum relatório?

Henrique Urbano – Há um relatório com datas no processo.

Ministério Público – Mas não juntaram!

Henrique Urbano – Eu tive acesso a ele, a essa informação. Mas neste caso era na altura da minha chefe, a engenheira Maria Helena. Eu tenho as datas lá!

Juiz – As datas, as ocorrências …

Ministério Público – Foi o senhor engenheiro que fez?

Henrique Urbano – Não, foi a senhora engenheira Maria Helena, que já se encontra reformada.

Juiz – Mas pode tratar nos serviços?

Henrique Urbano – Sim!

Ministério Público – Mas lembra-se de ir ao local essa três vezes?

Henrique Urbano – Fui muitas vezes ao local e em algumas apanhei a mangueira fora do sítio.

Juiz – Mais vezes a mangueira fora do sítio?

Ministério Público – Disse-me que foram quatro vezes?

Juiz – Quatro!

Ministério Público – Sim!

Henrique Urbano – Eventualmente não foram as quatro, foi uma ou duas vezes.

Ministério Público – E estava suja a via pública?

Henrique Urbano – Sim, estava!

Ministério Público – Mas podia não estar.

Henrique Urbano – É assim, a caixa de visita tem uma bomba, e ela vai enchendo, e a bóia quando está lá em cima dispara, e esvazia a caixa outra vez.

Juiz - … e o esgoto sai para fora …

Henrique Urbano - … depois enche novamente e esvazia outra vez. Não é um caudal contínuo, mas só acaba quando as bóias param.

Ministério Público – Não é logo automático, tira-se a mangueira e começa logo a despejar, não, é só quando aquilo …

Henrique Urbano - … ela dispara …

Ministério Público - … aquilo dispara!

Henrique Urbano – Portanto, são períodos de dez minutos.

Ministério Público – Demora um período de dez minutos para disparar.

Henrique Urbano – Exatamente!

 

 

01
Jun19

50 - Julgamento - Primeira Audiência - 2ª Testemunha

António Dias

Garagem da vizinha.jpg

 

50

 

Ministério Público – E depois?

Henrique Urbano – Depois tivemos conhecimento de que a mangueira terá sido deslocada mais do que uma vez.

Juiz – Mas agora explique-me porque é que foram várias vezes.

Ministério Público – Exatamente, quando é que foi isso?

Juiz – A primeira vez!

Henrique Urbano – Datas?

Ministério Público – Sim … sim!

Juiz – Mais ou menos, quanto tempo depois de terem ido substituir os canos …

Henrique Urbano - … exactamente não sei … quatro

Juiz - … nós sabemos isso. Os senhores colocaram a mangueira e algum tempo depois, não sabe?

Henrique Urbano – Não sei, duas semanas, três semanas …

Juiz - … duas semanas?

Henrique Urbano – Sim!

Juiz – Alguém retirou a mangueira?

Henrique Urbano – Sim, diretamente do interior da caixa para a via pública, para o passeio.

Juiz – Primeiro para a via pública?

Henrique Urbano – Sim!

Ministério Público – Do interior para o passeio?

Henrique Urbano – Do interior da caixa para o passeio, neste caso passeio público.

Ministério Público – E o que é que aconteceu? Ficou tudo sujo?

Juiz – Depois os senhores foram lá …

Henrique Urbano - … e colocámos a mangueira dentro do cano …

Juiz - … da mesma forma?

Henrique Urbano – Sim, da mesma forma!

Ministério Público – Quantas vezes esta situação?

Henrique Urbano – Quatro!

Ministério Público – Tem a certeza? Quatro vezes esta situação, tira a mangueira, e pô-la quatro vezes?

Henrique Urbano – Sim, julgo eu que três em setembro e uma em outubro.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub