Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Inocênte de Quê?

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a Justiça" - Henry Menchen

"É relativamente fácil suportar a injustiça. O mais difícil é suportar a Justiça" - Henry Menchen

Inocênte de Quê?

30
Mar19

41 - Julgamento - Primeira Audiência - 1ª Testemunha

António Dias

Preço certo.jpg

 

 

41

 

Advogada da Assistente – Causas naturais não foi! Era preciso que alguém fosse, tirasse a mangueira, pusesse a mangueira, houve ali intervenção humana. Viu a mangueira?

José Bonito – Sim, eu estive lá na altura da última intervenção nossa, não sei se a mangueira avariou, se a mangueira…

Advogada da Assistente - …não…

José Bonito - …não faço a mínima ideia…

Advogada da Assistente - …não, não, eu não vou perguntar a cor da mangueira, não senhor engenheiro, não lhe vou perguntar isso, quero ter é a certeza absoluta que o que viu foi um corte da mangueira…

José Bonito - … sim foi…

Advogada da Assistente - … não um rasgão, pela utilização, pelo tempo …

José Bonito - … foi um corte…

Advogada da Assistente - … foi um corte deliberado, também não tem dúvidas disso?

José Bonito – Não tenho dúvidas disso!

Advogada da Assistente – Olhe senhor engenheiro, há pouco aqui a excelentíssima senhora procuradora fez-lhe uma pergunta relativamente aos prejuízos, e eu vou voltar a isso. O senhor engenheiro diz que tem uma ideia de mil e setecentos euros, dois mil euros no global. Tem noção, ou seja, quando fala aqui em prejuízos para o SMAS, que se compreende, porque se fizeram deslocações têm de ter equipas, e como diz os quilómetros de combustível, o que seja, retirada essa parte, temos aqui um dano concreto em algo que é vosso, que é a mangueira, a mangueira é vossa, certo?

José Bonito – A mangueira é nossa!

Advogada da Assistente – Tiveram de substituir essa mangueira?

José Bonito – Como é evidente!

Advogada da Assistente – Tem ideia, sabe quanto é que custou essa mangueira?

José Bonito – O preço correto não sei, mas deverá andar à roda dos duzentos euros.

23
Mar19

40 - Julgamento - Primeira Audiência - 1ª Testemunha

António Dias

 

 

Socrate 46.jpg

40

Juiz – Alguém fez um apanhado das deslocações, contando os salários?

José Bonito – Nós temos ordens de serviço que contabilizam as pessoas, os quilómetros.

Juiz – Preciso também do corte…

José Bonito – O custo da manga?

Juiz – Senhora doutora, faz favor.

Advogada da Assistente – Com a devida vénia meritíssimo, senhor engenheiro fez aqui uma explicação técnica relativamente àquilo que aconteceu neste local, eu só queria perceber, e para ser rápida, se estas ocorrências, vou deixar de fora o corte da mangueira, pelo que entendi foi a vossa última intervenção?

José Bonito – Exato!

Advogada da Assistente - …a última ocorrência que levou depois à implementação da solução definitiva, estou certa?

José Bonito – Está correta!

Advogada da Assistente – Retirando o episódio de corte da mangueira, gostaria de saber se todas as outras situações se podem de alguma forma ter ocorrido por circunstâncias naturais, ou seja, por entupimento da canalização, ou se forçosamente aquilo que foi detetado no local tinha de ter intervenção duma pessoa, intervenção humana?

José Bonito – Eu sou uma pessoa que trabalha neste ramo há quase quarenta anos, e posso-lhe garantir que causas naturais não foi!

15
Mar19

39 - Julgamento - Primeira Audiência - 1ª Testemunha

António Dias

Contas.jpg

39

José Bonito – Eu não quero estar a dizer que foi assim, foi assim, nós nos serviços centrais fizemos uma situação provisória, enquanto procurávamos uma situação definitiva.

Ministério Público – Durante a situação provisória alguém supostamente retira a ponta da mangueira e ela faz a primeira descarga para dentro do jardim. Eu quero saber qual foi o prejuízo para o SMAS?

José Bonito – O prejuízo para o SMAS, e juntando as quatro situações quando lá fomos…

Ministério Público – Não, não, eu só quero aquela relativamente a essa situação.

Juiz – O SMAS teve prejuízo por deslocar lá pessoal!

José Bonito – Nós sabemos, nós deslocámos equipas.

Juiz – Quanto é que custa uma equipa?

José Bonito – Deve ser à volta dos mil e setecentos euros, ou coisa do género, acrescentando o custo do gasóleo.

Ministério Público – Mas estamos a falar do corte, do dano do corte.

José Bonito – Estou a falar da totalidade.

Juiz – Ah, não consegue precisar individualmente.

Ministério Público – Mas imagine…

Juiz – Não consegue precisar individualmente.

José Bonito – Eu peço imensa desculpa…

Ministério Público – Mas são coisas diferentes, uma é o corte da mangueira, que efetivamente danificou a mangueira, a outra é tirar a tubagem do sítio, onde é que está o dano?

José Bonito – O dano são as deslocações.

Juiz – É o material estragado e a deslocação do pessoal para reparar.

Ministério Público – E o senhor não sabe!

José Bonito – Individualmente não sei, sei que a totalidade anda à volta dos dois mil euros.

05
Mar19

38 - Julgamento - Primeira Audiência - 1ª Testemunha

António Dias

 

Esgoto.JPG

 

38

 

José Bonito – Ora bem, antes dessa situação final a conduta à superfície foi enterrada, e fizemos a ligação à caixa, que fica na praceta, e no entretanto…

Juiz - … fizeram uma ligação direta à caixa!

José Bonito – Exatamente, com a tubagem não à vista…

Juiz …debaixo da…

José Bonito - … e essa tubagem foi cortada!

Juiz – Tenho duas perguntas, aquilo tinha mau cheiro? A situação provisória era mal cheirosa? Causava mal estar aos vizinhos?

José Bonito – Não, porque o esgoto não estava à vista, porque quando está cheira mal. Aqui sai de uma caixa donde era bombeado para outra.

Juiz – A caixa de onde saía a mangueira estava na rua?

José Bonito – Não, estava no lote.

Juiz – Então alguém terá entrado no lote e retirado a mangueira…supostamente.

José Bonito – Supostamente!

Juiz – Entrou no lote e deixou a despejar para o terreno.

José Bonito – Exatamente…supostamente!

Juiz – E o corte depois foi feito já na rua.

José Bonito – Exatamente!

Juiz – Mas da outra vez já não foi para a rua, uma vez foi lá para casa do outro.

José Bonito – Não sei se foi bem para a praceta ou ainda foi …

Juiz - …mas há quem saiba explicar com mais rigor, mais detalhe.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub